Pesquisar este blog Amigos das Histórias

sábado, 4 de maio de 2019


Contadores de histórias compartilham cultura com público infantil

Os profissionais permitem que as crianças interajam e estimulam a criatividade
Os contadores de histórias atuam com as crianças em escolas, eventos, festas, ações voluntárias e financiamentos por projetos. O objetivo é compartilhar conhecimentos por meio das emoções e da troca de afetividade com as crianças. Os profissionais fazem sucesso com o público infanto-juvenil porque trabalham incentivando a cultura, e a imaginação. Histórias engraçadas, fábulas e contos com animais são algumas das temáticas trabalhadas.
A coordenadora da Associação Amigos das Histórias, Maristela Papa da Silva, afirma que o público não perde o encanto quando a história possui dinâmica. Para ela, a preocupação é fazer com que as crianças interajam de uma forma mais dinâmica. “Eu não gosto da história como veículo de estudo, porque quando a gente transforma a história em algo didático, ela deixa de ser literatura e deixa de ter esse encantamento”, justifica.
A associação já participou de um evento de contação de histórias dentro de ônibus, na qual as contavam sobre a  história da cidade
A associação de Contadores de Histórias também atende públicos de toda faixa etária

Serviços
Associação Amigos das Histórias
Eventos: Sarau de histórias mensalmente no Taguaparque, Mostra nacional de contadores de histórias de dois em dois anos, Carnaval de Histórias pelo ministério da Cultura. Em março há 8 anos é comemorado o dia internacional do contador de histórias na embaixada de Portugal e na câmera federal dos deputados.
Contato: 61 98568-0634 
E-mail: mundodoscontadores@gmail.com

Hospitais
Há também os contadores de histórias que atuam em hospitais. A associação Viva e Deixe Viver leva os contadores para o convívio com crianças internadas. Esses profissionais passam por um treinamento pedagógico e curso de fundamentação das práticas hospitalares para saber como funciona o ambiente hospitalar. Então, a partir desse caminho, eles começam a atuar nos espaços de saúde.
Para o membro da Comissão Coordenadora do projeto Gilberto Alves, o papel do contador de histórias no ambiente hospitalar é importante: “ estamos aqui com o papel de humanizar o atendimento das crianças que estão aguardando aqui (na fila de espera), e também proporcionar o desenvolvimento da leitura, e que eles passam a ter o gosto maior pela leitura”.
No hospital o conhecimento que os profissionais passam é a importância da leitura e a importância do prazer mesmo nas situações de dificuldades. “Os conhecimentos que passamos também são que as dores são passageiras”, explica Gilberto.
Os contadores de Histórias que atuam no ambiente hospitalar têm a preocupação de respeitar as crianças, e percebem que como contadores de histórias ao geral, muitas crianças são sempre bem-vindas, mas nos hospitais poucas crianças pode ser melhor porque demonstra que existem poucas precisando de tratamento.
Contadores de Histórias sentem que o público esquece momentaneamente suas dores quando escutam as histórias contadas por eles
Contadores de Histórias sentem que o público esquece momentaneamente suas dores quando escutam as histórias contadas por eles
Serviços
Associação Amigos das Histórias
Eventos: Sarau de histórias mensalmente no Taguaparque, Mostra nacional de contadores de histórias de dois em dois anos, Carnaval de Histórias pelo ministério da Cultura. Em março há 8 anos é comemorado o dia internacional do contador de histórias na embaixada de Portugal e na câmera federal dos deputados.
Contato: 61 98568-0634 ou 61 99811-9498
E-mail: mundodoscontadores@gmail.com

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019



No dia 20 de março é celebrado o Dia Internacional do Contador de Histórias. A data é comemorada desde 1991, quando um grupo de pesquisadores na Suíça elegeu este dia para fomentar a prática em todo o mundo. Desde 2010 a Associação Amigos das Histórias em Brasília  faz uma homenagem aos Contadores de Histórias do Brasil e de outros países. O  Dia Internacional do Contador de Histórias em Brasília tem varias atrações como, oficinas, mesa de debate, dez horas diretas de contação de histórias, são quatro dias no mundo dos contadores de histórias.   
Os contadores de histórias que participam deste evento recebem certificado de honra ao mérito. Informações:61 98568 0643



terça-feira, 6 de novembro de 2018


Local: Museu da República.
Dias: 21 e 22 de novembro de 2018.
Gratuito.

A Associação Amigos das Histórias realiza há 09 anos o projeto:  A CARAVANA DE HISTÓRIAS é um evento público e gratuito onde mais de 50 contadores de histórias do Distrito Federal visitaram ao longo dos últimos meses creches e escolas públicas.
   O projeto tem por objetivo o incentivo ao livro a leitura e ao encantamento das histórias contadas e cantadas e em comemoração ao ponto culminante do projeto, realizaremos nas noites do dia 21 e 22 de novembro, um sarau de histórias no Museu da República.
  E nos dia 21 de novembro de 2018 uma palestra aula show sobre: A importância de contar histórias para crianças, com renomado contador de histórias e palestrante: Alexandre Camilo de Santos -São Paulo.



quinta-feira, 4 de outubro de 2018

https://amelinha9.webnode.com/sobre-mim/

Era uma vez...

Quando uma criança nasce, na verdade ela não nasce. Ela deixa de ser estrela e é por isso que ela precisa de 9 meses no ventre...
Na década de 30 uma dessas estrelas apressadas só ficou 6 meses no ventre e nasceu lá nas bandas de Minas Gerais.
Incubadora, UTI neonatal? Isso nem os filhos dos ricos conheciam...
Então aquela pequena menina foi cuidada e criada numa caixa de sapatos.
O tempo passou e dona do seu destino e escolhas, aos 10 anos pediu ao pai para aprender o corte e costura.
O pai então respondeu: Se quer aprender a costurar terá que deixar de estudar!Assim ela trocou os livros, as canetas e os lápis por linha, agulha sianinhas e muita emoção.
Aos 21 anos de idade sentiu todo peso de suas escolhas ao ver sua mãe voltar para o céu. Teve que costurar um fardo de tecido preto para as roupas do luto que seus 08 irmãos usariam durante um ano, como era costume daquela época.
Se tornou mãe de seus irmãos e conheceu toda dor e alegria de cuidar de filhos que não eram seus. Somente aos 31 anos saiu de casa e veio para a cidade prometida que jorraria leite e mel e numa noite de carnaval conheceu o amor de sua vida. Do casamento nasceram 3 filhas, 7 netos e 1 bisneto.
A tão sonhada neta nunca veio, mas a esperançosa costureira guardou: fitas, sianinhas, retalhos coloridos para quem sabe um dia costurar um belo vestido para quem seria sua netinha.
Mas pessoas estrelas também, as vezes, decidem também se transformar em cometas e não esperam na velhice a doença chegar! E parte...assim sem dar tempo de dizer adeus. Quatro meses após sua partida 120 vestidos confeccionados com os retalhos que deixou foram costurados por sua filha irmã Stela e filha de alma Mônica e entregues a orfanatos, creches e abrigos.
E agora D. Amélia virou Projeto Amelinha. Portanto se você sabe costurar e tem retalhos em casa, costure um vestido e doe para a menina que poderia ter nascido neta da Amélia. E você que não costura, mas conta histórias, conte essa história... Quem sabe alguém te ouve, costure e se encante também...


Eu a escrevi e sou Maristela Papa a primogênita de Amélia Santiago Papa! Aquela que voltou para o céu numa noite fria, mas muito estrelada.

sexta-feira, 31 de agosto de 2018


INFORME
 projeto “CARAVANA DE HISTÓRIAS EM TAGUATINGA, CEILÂNDIA E SAMAMBAIA",  – TERMO DE FOMENTO Nº 020/2018


A ASSOCIAÇÃO AMIGOS DAS HISTÓRIAS - AAH, CNPJ nº 01.273.177/0001-24, vem informar à comunidade (em atendimento ao Decreto Distrital 37.843/2016) da celebração de Termo de fomento Nº 020/2018 com o Distrito Federal por meio de sua Secretaria de Cultura para a realização do Projeto “Caravana de Histórias em Taguatinga, Ceilândia e Samambaia”.


O Termo de Fomento nº 020/2018, assinado em 25 de junho de 2018, tem por objeto a realização do projeto “Caravana de Histórias em Taguatinga, Ceilândia e Samambaia” onde serão realizadas 52 (cinquenta e duas) apresentações de espetáculos de contação de histórias em um número estimado de 31 (trinta e uma) escolas e creches da rede pública de ensino do Distrito Federal. O período de execução vai de 06 de julho de 2018 até 31 de janeiro de 2019. O montante transferido em parcela única para a parceria é de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) e o projeto encontra-se em execução, devendo sua prestação de contas ser apresentada à Secretaria de Cultura até a segunda quinzena de janeiro de 2019. No Plano de trabalho abaixo constam a aplicação dos recursos, a remuneração da equipe de trabalho e suas respectivas funções:


Meta
Etapa/Fase
Especificação
Qtde
Und. de Medida
Valor Unitário
(R$)
Valor Total
(R$)
1

PRODUÇÃO





1
Realização de espetáculos de contação de histórias (parâmetro SISCULT DF)
cachês
52
 1.290,00
67.080,00

2
Coordenação de Produção (Tabela FGV item 44)
semanas
20
400,00
8.000,00

3
Gasolina (ajuda de custos transporte)
litros
245,2386
 4,20
1.030,00

4
Confecção dos cartões de avaliação
unidade
6000
0,15
900,00
2

COMUNICAÇÃO





1
fotógrafo (item 71 da tabela FGV corrigida pelo IGPM)
semanas
1
1.090,00
1.090,00

2
cinegrafista (item 148,2 da tabela FGV corrigida pelo IGPM)
semanas
1
1.780,00
1.780,00

3
Banners
Unidade
2
60,00
    120,00





total
80.000,00

sábado, 7 de abril de 2018


Pós-Graduação A Arte de contar Histórias





Informes:
Início: Turmas sendo abertas
Local: Brasília e outros Estados
Duração: 13 Meses - Semipresencial
Mensalidades: Em Brasília 13 x R$180,00
Pré requisitos: Cópias autenticadas RG, CPF, Titulo de eleitor, Diploma Superior, Histórico Superior.
Contato: (61) 98568 0643


Contador de História

Estatística salarial completa do cargo de Contador de História CBO 262505 com dados como salário base inicial na carteira, média salarial, piso salarial, segmentos das empresas com melhores salários e que mais contratam, cálculo salarial, além do salário em todos os estados e principais cidades brasileiras pra você saber exatamente quanto ganha um Contador de História.
4
salário de Contador de História CBO 262505 mostrado logo abaixo é resultado do cálculo de 386 salários dos profissionais admitidos no mercado de trabalho formal nos últimos 8 meses (atualizado 3 de abril de 2018). Nesta página você terá todos os dados atualizados que você precisa para saber quanto ganha um Contador de Históriasegundo dados salariais oficiais.

Tópicos:

Quanto ganha um(a) Contador de História?

Um(a) Contador de História ganha em média R$ 10.374,36 por mês no mercado de trabalho brasileiro, para uma jornada de trabalho de cerca de 37 horas semanais segundo dados oficiais do Ministério do Trabalho.
Para sabermos exatamente quanto ganha um profissional no cargo de Contador de História calculamos a média salarial de profissionais que tenham sido contratados formalmente nos últimos 8 meses com carteira assinada.

Evolução do salário de Contador de História mês a mês

Esse gráfico mostra o salário de Contador de História mês a mês de acordo com o levantamento. Atualmente estamos calculando dados salariais de junho de 2017 a janeiro de 2018.

Metodologia dessa pesquisa salarial

Somente é incorporado ao cálculo, Contador de História admitidos no período da pesquisa salarial e no qual seu salário bruto mensal não seja inferior ao salário mínimo vigente (exceto para aprendizes).
Todos os salários de Contador de Históriada amostragem, foram extraídos de dados oficiais do CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e refletem fielmente o atual estágio salarial que se encontra o cargo de Contador de História no mercado de trabalho brasileiro.
A metodologia de cálculo de salários mostrados aqui não contempla valores adicionais à remuneração de um(a) Contador de História como bônus, horas extras, participação nos lucros da empresa, periculosidade, insalubridade ou quaisquer outros adicionais salariais. Somente o salário bruto mensal registrado em carteira oficialmente é considerado.
Os dados salariais do cargo de Contador de História serão atualizados mensalmente de acordo com a divulgação dos dados pelo Ministério do Trabalho, portanto se você precisa ficar atualizado sobre o salário de Contador de História, salve essa página nos seus favoritos.
Todos os dados de salários aqui mostrados são oficiais e serão muito úteis para planejamento de carreira, análise do mercado de trabalho, levantamento salarial, planos de cargos e salários, planilhas para políticas salariais de empresas, trabalhos acadêmicos, departamentos de recursos humanos ou análises estratégicas empresariais. O foco desse levantamento é obter um raio x mais recente possível do mercado de trabalho para todas as profissões conhecidas e regulamentadas pelo Ministério do Trabalho.

Contratações pelo mercado de trabalho

Total de contratações de Contador de História mês a mês pelo mercado de trabalho.
Confira logo abaixo todos os dados estatísticos, levantamentos e estudos salariais referentes a ocupação CBO 262505 - Contador de História:
Salário de Contador de História CBO 262505

Maior salário observado para o cargo (teto salarial)

maior salário para o cargo de Contador de História CBO 262505 em todo o Brasil é de R$ 12.565,74.

Piso salarial (Menor salário observado para Contador de História)

piso salarial de Contador de História em todo o Brasil é *R$ 7.365,80 (observe que esse é o menor salário pago ao profissional, no qual os valores podem estar distorcidos devido à excepcionalidades na empresa. O valor do piso salarial não é o do salário homologado por convenções coletivas, acordos coletivos ou dissídio de Contador de História).
*O valor do piso salarial de Contador de História pode ser significativamente afetado por contratações de profissionais em locais que não haja sindicatos regionais para negociações salariais com sindicatos patronais.

Salário mensal para aprendiz na função

Não possuí dados suficientes para o cálculo do valor do salário de aprendiz.

Média salarial para portadores de necessidades especiais

Não possuí dados suficientes para o cálculo do valor do salário.

Salário por gênero

Média Salarial

  • Mulheres: R$ 9.167,52;
  • Homens: R$ 11.061,18;

Admissões

Salário de Contador de História por faixa de escolaridade ou grau de instrução

  • Até 5ª ano do fundamental: R$ 1.571,00.
  • 6º ao 9º ano do fundamental: R$ 970,00.
  • Ensino fundamental completo: R$ 2.147,00.
  • Ensino médio incompleto: R$ 2.433,33.
  • Ensino médio completo: R$ 10.204,53.
  • Ensino superior incompleto: R$ 11.770,78.
  • Ensino superior completo: R$ 3.103,30.

Salário médio por faixa etária

  • Profissional com idade até 20 anos: R$ 3.441,32.
  • Profissional com idade entre 21 e 30 anos: R$ 6.873,07.
  • Profissional com idade entre 31 e 40 anos: R$ 10.831,98.
  • Profissional com idade entre 41 e 50 anos: R$ 14.447,04.
  • Profissional com idade acima 50 anos: R$ 17.734,53.

Salário de Contador de História por porte da empresa

Salário de Contador de História por porte da empresa. Esse levantamento mostra o salário de contratação para o cargo de Contador de História de acordo com o porte da empresa.
Os segmentos são: MEI - Micro Empreendedor Individual, micro empresa, pequena empresa, média empresa e grande empresa.

Indices de classificação do porte da empresa:

MEI: permitido no máximo 1 funcionário;
Micro: comércio e serviços até 9, indústria até 19 funcionários;
Pequena: comércio e serviços de 10 a 49, indústria de 20 a 99 funcionários;
Média: comércio e serviços de 50 a 99, indústria de 100 a 499 funcionários;
Grande: comércio e serviços mais de 100, indústria mais de 500 empregados.

Salários:

  • Até 4 funcionários: R$ 2.152,93.
  • De 5 a 9 funcionários: R$ 1.100,00.
  • De 10 a 19 funcionários: R$ 4.383,40.
  • De 20 a 49 funcionários: R$ 4.419,25.
  • De 50 a 99 funcionários: R$ 1.609,50.
  • De 100 a 249 funcionários: R$ 2.116,89.
  • De 250 a 499 funcionários: R$ 1.685,33.
  • De 500 a 999 funcionários: R$ 1.805,73.
  • 1000 ou mais funcionários: R$ 12.069,64.

Setores que mais contratam

Lista com o segmento de atividade econômica das empresas com o maior número de contratações para o cargo de contador de história no período dos últimos 8 meses. Um termômetro fiel para sabermos os setores da economia que estão com maior demanda na contratações de profissionais para a ocupação de contador de história e os salários pagos em média em cada setor.
AdmSegmento da EmpresaSalário
317Atividades de Televisão Aberta18.666,00
17Parques de Diversão e Parques Temáticos1.413,00
13Ensino de Artes Cênicas, Exceto Dança970,00
6Produção e Promoção de Eventos Esportivos2.000,00
5Atividades de Produção Cinematográfica, de Vídeos e de Programas de Televisão não Especificadas Anteriormente5.957,00
4Locação de Mão-De-Obra Temporária1.571,00
4Atividades de Organizações Associativas Ligadas à Cultura e à Arte2.000,00
2Atividades de Associações de Defesa de Direitos Sociais2.792,00
2Serviços de Assistência Social sem Alojamento1.212,00
2Produção Teatral1.330,00

Setores com os melhores salários para um(a) Contador de História

Nessa tabela salarial listamos os top 10 setores de atividades econômicas das empresas com os melhores salários para um(a) contador de história. A lista obedece os maiores salários registrados na carteira em admissões de contador de história e informados oficialmente pelas empresas ao Ministério do Trabalho.
AdmSegmento da EmpresaSalário
317Atividades de Televisão Aberta18.666,00
5Atividades de Produção Cinematográfica, de Vídeos e de Programas de Televisão não Especificadas Anteriormente5.957,00
1Ensino Fundamental5.392,00
1Atividades de Pós-Produção Cinematográfica, de Vídeos e de Programas de Televisão não Especificadas Anteriormente4.664,00
2Atividades de Associações de Defesa de Direitos Sociais2.792,00
2Hotéis2.582,00
1Ensino Médio2.415,00
4Atividades de Organizações Associativas Ligadas à Cultura e à Arte2.000,00
6Produção e Promoção de Eventos Esportivos2.000,00
1Atividades de Museus e de Exploração de Lugares e Prédios Históricos e Atrações Similares1.800,00

Salários por estado para o cargo de Contador de História

Nessa tabela de salários são mostradas a média salarial de Contador de História em cada estado brasileiro. A ordem da tabela é alfabética e os dados por estado só serão mostrados caso haja valores efetivos de salários para efetuar o cálculo.
EstadoSalário
Acre - AC---
Alagoas - AL---
Amapá - AP---
Amazonas - AM---
Bahia - BAR$ 2.582,00
Ceará - CER$ 965,50
Distrito Federal - DF---
Espírito Santo - ES---
Goiás - GOR$ 1.310,54
Maranhão - MA---
Minas Gerais - MGR$ 2.899,00
Mato Grosso - MTR$ 970,00
Mato Grosso do Sul - MS---
Pará - PA---
Paraíba - PBR$ 954,00
Paraná - PR---
Pernambuco - PER$ 2.415,00
Piauí - PI---
Rio de Janeiro - RJR$ 12.137,22
Rio Grande do Norte - RNR$ 950,00
Rio Grande do Sul - RSR$ 1.650,00
Rondônia - RO---
Roraima - RR---
Santa Catarina - SCR$ 1.727,94
São Paulo - SPR$ 2.914,93
Sergipe - SE---
Tocantins - TO---

Salário de Contador de História nas principais cidades brasileiras

Nessa tabela são mostrados os salários de Contador de História nas principais cidades brasileiras. A ordem da tabela é de acordo com o tamanho da região metropolitana das cidades e a maior quantidade de contratações no período.
CidadeSalário
São PauloR$ 3.731,92
Rio de JaneiroR$ 12.137,22
Brasília---
Guarulhos---
Belo HorizonteR$ 2.899,00
Curitiba---
Porto AlegreR$ 1.500,00
Salvador---
CampinasR$ 1.866,00
FortalezaR$ 961,00
RecifeR$ 2.415,00
GoiâniaR$ 1.310,54
Manaus---
NatalR$ 950,00
Belém---
João PessoaR$ 954,00

Cálculo do salário de Contador de História

Salário e descontos

  • Salário base: R$ 10.374,36
  • Salário por dia: R$ 345,81
  • Salário por hora: R$ 57,64
  • Jornada de trabalho

  • Média de horas trabalhadas por semana: 37 horas / semana
  • Média de horas trabalhadas por mês: 184 horas / mês
  • Horas extras

  • Hora extra normal 50%: R$ 86,45
  • *Hora extra 100% (feriados e finais de semana): R$ 115,27
  • Férias

  • Valor das férias (30%): R$ 3.112,31
  • Valor total das férias (salário + férias): R$ 13.486,67
  • Décimo terceiro salário

  • Primeira parcela do 13º salário: R$ 5.187,18
  • Segunda parcela do 13º salário: R$ 4.566,14